Eixo Quartel: Terraplanagem tem início na área do quartel

Muro de proteção do Batalhão terá cerca de 1300 metros

fddbffdd6c2f36a963ccef1e67e6dc56_l

Que o maceioense sofre com a falta de mobilidade urbana, é fato. Em horários de pico, se torna complicado, muitas vezes, percorrer até pequenas distâncias devido aos congestionamentos, principalmente na região da Avenida Fernandes Lima, na parte alta da cidade. O Governo de Alagoas trabalha em obras que visam dinamizar o trânsito na capital.

As obras Eixo Quartel avançam para a fase de terraplanagem no trecho de estrada que cortará o terreno do 59º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz) do Exército Brasileiro. Já nas ruas Miguel Guedes Nogueira, Coronel Lima Rocha e Miguel Palmeira, acontecem os serviços de aterro e compactação do solo, que é a finalização do processo de drenagem.

Na próxima semana, a equipe técnica da Secretaria de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano implementa os serviços para construção do muro de proteção para o 59º Batalhão. Serão 1300 metros de alvenaria, visando proteger a área militar, tendo 664 metros no lado esquerdo e outros 642 no lado direito.

“A obra do Eixo Quartel segue em ritmo acelerado. Desde a assinatura da ordem de serviço fizemos a drenagem em três vias urbanas e já estamos iniciando a terraplanagem na área do 59º Batalhão”, explica o secretário executivo de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Alcides Tenório.

Trajeto

O Eixo Quartel terá cerca de seis quilômetros de cumprimento, com início na Rua Marieta Lages, no bairro do Farol, próximo a Super Pizza, estendendo-se até a Rua Ranildo Cavalcante, na Gruta, por trás do Hospital do Açúcar, tornando-se uma nova alternativa de circulação viária no sentido Sul/Norte e Leste da região Metropolitana de Maceió.

Os eixos binários, Cepa e Quartel, servirão como alternativa à Avenida Fernandes Lima, visando desafogar o trânsito nesta via e funcionarão em formato de binários – duas vias paralelas, de mão única e sentido contrário – permitindo com que a população possa escolher qualquer um deles para se conectar com as partes baixa e alta da cidade.

Thiago Tarelli – Agência AL

10/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *