G1 lista dicas para público LGBT aproveitar o Rio de Janeiro

Cidade recebeu prêmio de melhor destino de praia da América Latina. ‘Lifestyle carioca’ foi citado como um diferencial da Cidade Maravilhosa

5176284029_9144ca6c63_b

O Rio ganhou, no fim de setembro, o título de melhor destino de praia LGBT da América Latina. Para facilitar a vida de cariocas e turistas, o G1 ouviu pessoas especializadas no público LGBT e reuniu algumas dicas com opções para se aproveitar a orla, além bares, restaurantes e festas na cidade (veja o roteiro abaixo).

O coordenador da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, Carlos Tufvesson, conversou com oG1 e explicou que o “lifestyle carioca” pode ter sido um diferencial para conquistar o título recentemente.

“Não tem cidade no mundo que tenha uma lagoa, praia e floresta num perímetro urbano. Ser essa cidade única faz a diferença. O estilo de vida carioca é o resultado disso tudo. Eu acho que no mundo de hoje, que você vive mega conectado, não tem preço você poder viver de havaianas, passeando pela orla da praia. O comportamento do carioca, esse lifestyle que nasce na praia mas está junto com a cidade, faz a diferença. Até no inverno o turismo é sensacional. Não temos o calor de 50 graus e você pode continuar curtindo a cidade”, afirmou.

A notícia anima não só o setor de turismo da cidade, mas também o da economia. Em tempos de crise econômica, ser o destino preferido do público LGBT é uma boa opção. Tufvesson comentou ainda que 30% do lucro com turistas no carnaval de 2014 veio do folião gay.

“Durante o carnaval, a arrecadação total da cidade foi de R$ 1,2 bilhão em 2014. Cerca de 30% dessa arrecadação, segundo a Riotur, veio do público LGBT. Eles fazem turismo de museus, restaurantes e, claro, de praia.
Conheço turista de fora que já veio 12 vezes para o Rio. O índice de despesa desse público é três vezes maior. São turistas com alto poder aquisitivo, que se identificam com o lifestyle carioca”, contou o coordenador.

Prêmio visto como responsabilidade
O jornalista Welton Trindade trabalha para o público LGBT há anos e avalia os lugares mais frequentados de sete capitais do Brasil. Ele comemorou mais um título que o Rio recebeu, mas afirmou que a premiação vem acompanhada de responsabilidade.

“Sempre temos que tentar melhorar. Precisamos dar capacitação aos agentes públicos, capacitação para a rede hoteleira e aos profissionais que lidam com turistas. Além disso, precisamos de ações para divulgar o que estamos fazendo aqui sobre o tema. O que não pode acontecer é achar que está tudo pronto, achar que nada precisa ser feito. Esse título é uma responsabilidade e temos que continuar os trabalhos para melhorar”, disse.

A escolha do título foi feita através de 200 representantes e líderes da comunidade LGBT, em votação em agosto. A premiação foi organizada pela Câmara do Comércio Gay-Lésbica da Argentina. A cidade carioca ficou em primeiro lugar, com 51% dos votos. Em segundo lugar, ficou Puerto Ballartae e em terceiro, Cancún – ambas cidades no México.

-RESTAURANTES E BARES:

Felice Caffé
Rua Gomes Carneiro, 30 – Ipanema.

Tô nem aí
R. Farme de Amoedo, 57 – Ipanema.

Rainbow Pizzaria
Quiosque em frente ao Copacabana Palace, na altura da Rua Rodolfo Dantas -Copacabana.

Turma Ok
Rua dos Inválidos, 39 – Centro

Bar das Quengas
Avenida Mem de Sá, 173 – Lapa

-PRAIAS:

Praia de Copacabana
Região próxima à Barraca do Fau. Em frente à Avenida Atlântica, 1702.

Praia de Ipanema
Região próxima à Barraca de Denise. Ao lado do Posto 9, perto da Rua Farme de Amoedo

Praia de Abricó
Área de nudismo em Grumari

Praia do Arpoador
Na altura do Posto 8

-FESTAS:

The Week
Rua Sacadura Cabral, 135. Centro.

Boate 1140
Rua Capitão Menezes, 1.140. Praça Seca.

Papa G
Travessa Almerinda Freitas. Madureira.

Galeria Café
Rua Teixeira de Melo, 31. Ipanema.

Bar TV
Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1417 – A. Copacabana.

g1

09/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *