Governador promete anunciar calendário do 13º nos próximos dias

Apesar da crise, Renan Filho afirmou que estado vai honrar o compromisso com os servidores

renanfilho,

Durante solenidade no Palácio República dos Palmares na manhã desta sexta-feira (14), o governador Renan Filho (PMDB) afirmou que Alagoas vem reduzindo sistematicamente a violência e que deve concluir nos próximos dias a construção dos Centros Integrados nas cidades de São José da Laje, Murici e Girau do Ponciano. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ressaltou que, nos próximos dias, estará divulgando o calendário de repasse do 13º salário para as categorias.

“Num momento de crise, Alagoas vai conseguir honrar o 13° do servidor em dia. Mais uma vez o governo faz o seu papel. Devemos anunciar nos próximos dias o cronograma de pagamentos”, pontuou Renan.

Renan Filho destaca que o mês de setembro de 2016 foi o que Alagoas mais conseguiu reduzir a violência, desde a implantação do Programa Brasil Mais Seguro. Apesar da afirmação, ele não revelou números. O próximo passo será a integração das polícias civil e militar, afirma o governador.

“Alagoas reduz a violência mês a mês, enquanto ela cresce no país, sobretudo devido à crise econômica, que provoca desemprego. Hoje tivemos mais uma operação, desta vez de combate ao tráfico e a homicídios. O governo não para, por isso que vem conseguindo reduzir a criminalidade”, falou.

As afirmações foram feitas durante o evento de outorga de investimentos em pesquisas pelo Governo do Estado. No total, serão investidos mais de R$ 4 milhões que vão beneficiar 134 pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), da Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), da Universidade Integrada Tiradentes (Unit), do Centro Universitário Cesmac e do Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

Segundo o governador, as pesquisas são importantes porque estimulam o pensamento critico e fomentam pesquisas que buscam soluções para os problemas locais.

“Uma sociedade desenvolvida pesquisa formas de energia sustentável, estratégias para reduzir a violência e soluções para a área de saúde. Cabe ao Estado se apropriar dessas informações e melhorar os serviços públicos ofertados para a população”, falou.

diarioarapiraca

15/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *