Meteorologia chega a emitir alerta, mas ventos em Maceió devem diminuir

a44507d4270253c204ce03dd18deaafe259d22d9

Arvore caída na BR-104: tronco apodrecido e vento forte (Crédito: Reprodução Trânsito Maceió)

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricosde (Semarh) emitiu, nesta quarta (25), um alerta para a Defesa Civil Municipal de Maceió informando sobre a força dos ventos que têm atingido o litoral da capital. Ontem, uma árvore caiu na BR-104, no bairro Cidade Universitária, em parte, pelas condições do tronco, mas também ajudada pela força do vento.

Mas, hoje cedo, o alerta foi “extinto”, segundo Vinícius Pinho, meteorologista da Semarh, porque “os ventos que estavam sendo monitorados” perderam a força.

Segundo dados da sala de alerta da Semarh, a velocidade média tem aumentado no final de tarde, provocado pelo fenômeno do vento Nordeste, comum nesta época do ano, mas que tem se intensificado devido a um ciclone extratropical próximo à costa de São Paulo.

O alerta que havia sido enviado à Defesa Civil informava sobre possibilidade de ventos a 60 e até 70 km/h.

“Avisos como esse são precauções, mas temos monitorado todo esse processo durante 24 horas, sete dias por semana. Acreditamos que a partir de sexta-feira, ou sábado, os ventos percam força, mas o monitoramento deve continuar, já que o vento Nordeste segue até fevereiro, quando o verão está próximo do seu fim”, disse Vinícius Piño.

“A força dos ventos que tem atingido o litoral poderia causar prejuízos materiais. Mas o alerta foi extinto, já que o vento que estávamos monitorando perdeu força. A velocidade média aumenta a partir do final da tarde, quando o continente começa a resfriar, já que a diferença de pressão e gradiente de temperatura são condicionantes ao aumento das forças dos ventos”, detalhou.

TNH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *