Polícia Civil prende acusado de roubo a banco

Edvaldo Florêncio da Silva, o “Duda Cel”, preso em Maceió (Foto: ASCOM/PC)

A Seção de Roubo a Banco (Serb), unidade da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), divulgou na manhã desta quinta-feira (14) o cumprimento de mandado de prisão contra Edvaldo Florêncio da Silva, 36 anos, conhecido como “Duda Cel”, ocorrido no bairro Duro, em Maceió. Ele é acusado de pertencer a uma quadrilha envolvida em ataques a bancos em Alagoas, já tendo outras passagens pela polícia.

A prisão foi efetuada por policiais civis da Serb. O delegado Filipi Caldas, titular da unidade, as investigações apontam que “Duda Cel” integra a quadrilha acusada de ataques às agências de Messias, Campo Alegre e Boca da Mata. O mandado de prisão foi expedido pela 17ª Vara Criminal da Capital.

Em novembro do ano passado, seis suspeitos de integrar o grupo criminoso foram presos em uma operação que mobilizou as forças policiais alagoanas, a Polícia Rodoviária Federal e o Grupo Estadual de Combate ao Crime Organizado (Gecoc).

As prisões foram realizadas nas cidades de Maceió e Arapiraca. O líder seria um presidiário que está no sistema prisional do estado de Sergipe.
Naquela ocasião, foram cumpridos mandados contra Rosivaldo Pedrosa de Albuquerque Júnior, conhecido como “Cara de Jaca”, de 28 anos; Diego César Santos de Lima, 28; Israel batista dos Santos, 38; Ademar dos Santos Feijó, o “Dema”, 48; Marcos Antônio de Oliveira Silva, o “Marcos Cicatriz”, 45; Sandro Rodrigues do Nascimento, o “Badilac”, de 40 anos; e Moíses José de Almeida, vulgo “Véio”, que já estava preso em Sergipe.

O grupo atuava em Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Sergipe e Rio Grande do Norte. Quando das prisões, três veículos foram apreendidos, sendo um com chassi adulterado.

ASCOM/PC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *