Quadrilha acusada de tráfico de drogas é desarticulada em operação das polícias Civil e Militar

coletiva3

Durante mais uma operação deflagrada na região do litoral sul do Estado, as forças da Segurança Pública de Alagoas prenderam, nessa terça-feira (18), um grupo criminoso que atuava no município de Marechal Deodoro, e região, acusado de tráfico de drogas e homicídios.

Na ação, seis pessoas foram detidas e vários entorpecentes apreendidos.

Foram presos os acusados Alessandro Henrique de Lima, de 20 anos, José Francisco dos Santos da Silva, 21, Cícero Vitor Basilio, de 41 anos, conhecido como “Bau”, Paulo Felipe dos Santos, de 20 anos, Luiz Henrique Santos Vieira, 19 anos, e Wallison André dos Santos, de 21 anos, o “Kiko”.

Segundo o delegado Rodrigo Colombelli da 17ª Delegacia Distrital (17ºDP), que comandou a ação, um dos integrantes da quadrilha foi preso no último sábado (15).

“David de Oliveira Silva é alvo de investigação e no sábado cometeu um assassinato. Fizemos a prisão em flagrante dele. Esses meliantes não são donos da cidade. A população é dona de Marechal Deodoro”, afirmou o delegado.

Também foi preso na operação, José Wellington dos Santos, 23 anos. Ele tinha mandado de prisão expedido pela 1ª Vara de Execuções Penais de Araxá, em Minas Gerais.

Foram apreendidas duas armas de fogo, pacotes com crack e maconha, uma balança de precisão e a contabilidade do tráfico.

Detalhes dos trabalhos policiais foram informados a imprensa, na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL) pelo secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Junior, o delegado do 17º Distrito Policial, Rodrigo Colombelli e o major Eliezer Lisboa, da 5ª CIA.

Participaram da operação o Tático Integrado de Resgates Especiais (Tigre), e a Asfixia da Polícia Civil, a Operação Policial Integrada Litorânea (Oplit), o serviço de Inteligência da Polícia Militar, e o Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Em consulta ao sistema da Polícia Civil, Sispol, foi constatado que Paulo Felipe, é também acusado de homicídio qualificado, delito cometido na Barra de Santo Antônio, no dia 10 de fevereiro de 2015, e por tráfico de drogas em 2013, na região do Litoral Norte do Estado.

O acusado Alessandro Henrique, já respondia pelo mesmo delito que foi preso na data de hoje, e respondia por roubos em 2014.

Ana Karina – Agência AL

19/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *