Vigias de condomínio são levados por enxurrada após represa transbordar

Dupla fazia patrulhamento quando veículo foi arrastado. Buscas pelas vítimas serão retomadas nesta sexta-feira em Itu.

whatsapp_image_2016-10-20_at_21-30-38

O Corpo de Bombeiros faz buscas por dois seguranças de um condomínio residencial de Itu (SP) que desapareceram durante a noite de quinta-feira (20). A dupla foi arrastada pela enxurrada que se formou após o temporal que atingiu a cidade fazer transbordar uma represa no local.

Segundo o relato de testemunhas, os seguranças faziam ronda pelo condomínio terras de São José quando a chuva forte rompeu parte da barragem da represa perto do campo de golfe e arrastou o veículo onde estava a dupla.

Os bombeiros passaram a madrugada fazendo buscas no local, mas ninguém foi encontrado. Os trabalhos serão retomados na manhã desta sexta-feira (21). Em outro condomínio no bairro Campos de Santo Antônio, em Itu, a correnteza derrubou parte de um muro e alagou parte do asfalto. Não há registro de feridos neste caso.

Estragos em Jundiaí
De acordo com a Defesa Civil de Jundiaí, o volume de água causou a queda da fachada de um galpão desativado localizado na rua Coronel Leme da Fonseca, no Centro.

Segundo informaçõesdos Corpo de Bombeiros, durante a queda da marquise, duas meninas que estavam abrigadas no local tiveram escoriações causadas por pedaços de tijolos e foram levadas para o pronto socorro da cidade. A corporação também atendeu oito chamados de pessoas presas no elevador e quedas de árvores.

A Secretaria dos Transportes de Jundiaí divulgou que na avenida Osmundo dos Santos Pelegrine ocorreu afundamento de solo, com buraco de 3 metros de diâmetro próximo da Sociedade Nipo e Cemitério Parque dos Ipês. A rua da Várzea, em Agapeama, ficou alagada em frente da Academia República e os carros não estavam passando pelo local.

Além disso, toda a região do Viaduto da Duratex ficou sem semáforos e sem energia elétrica. Equipes da Setransp e da CPFL foram acionadas. A chuva provocou pontos de alagamentos e um morador registrou a Avenida dos Ferroviários tomada pela água, dificultando o trânsito no local.

g1

21/10/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *